Linha Separadora

ABR14

 

Só em Jesus Há Felicidade

 

Linha Separadora

Para esta semana, trago-vos mais uma vez uma Poesia do Autor referido ao fundo da mesma, Autor que também é um Colaborador deste Trabalho e, foi Pastor da igreja das Assembleias de Deus que eu frequento em Oleiros!

 

Esta Poesia, fala-nos que não é possível ter a verdadeira Felicidade em nada mais que não seja estarmos unidos a Jesus Cristo, depois de entregarmos as nossas vidas a Ele e Aceitando-O como nosso Senhor e, Salvador dos nossos pecados e desobediência a Deus!

 

Nem o desporto, nem a droga, nem o álcool, nem as diversões, nem o dinheiro, nem outra coisa qualquer nos podem realmente satisfazer e nos dar a tão desejada Felicidade que todos procuram e não encontram sem ser em Jesus Cristo que morreu pelos nossos pecados, por amor a nós meros seres humanos!

 

A Bíblia Sagrada nos diz que apenas Jesus Cristo é a Verdade que devemos acreditar, o Caminho que nos levará ao Céu se continuarmos em sintonia com o nosso Salvador e Senhor e, a vida que se prolongará por toda a Eternidade se estivermos preparados para a Sua Vinda, quando nos vier buscar para Si mesmo!

 

O mesmo Versículo Bíblico também nos diz que só por Jesus, ou através de Jesus Cristo é possível chegar a Deus Pai, para confessarmos os nossos pecados e para O louvarmos e glorificarmos como Ele é digno, pela Sua grandeza, bondade e misericórdia para connosco a cada dia, Aleluia!

 

Isso foi o que eu fiz como pode ser lido no meu Testemunho e, é por isso que eu agora desfruto da verdadeira Felicidade e alegria de vida, tendo o meu amado Senhor Jesus Cristo como Guia e bom Pastor da minha vida, sabendo que em tudo por que eu passar eu tenho e terei uma mão Divina para me sustentar!

 

Ficou curioso com estas coisas de que lhe falei e quer também desfrutar destas Bênçãos sem igual? Faça como eu, Entregue o seu caminho a Jesus Cristo, não a uma religião e, continue em sintonia e comunhão com Ele e então verá a sua vida transformar-se radicalmente!

 

Espero que mais uma vez gostem desta Poesia e, que Deus ricamente vos abençoe, é o meu desejo e oração a cada dia que passa, Amém!

 


A Jovem que Procurava Felicidade

 


Uma Jovem procurava,
Gozo e felicidade,
Desanimada estava,
Nesta nossa Sociedade.

O Desporto e a Cultura,
Seu coração não enchia,
Marque você também um Encontro com Deus ainda Hoje!Nem a droga leve ou dura,
Nem as Diversões que havia.

No álcool não pode achar
A alegria que não tinha,
Saúde e, tanto a gastar,
Sentindo-se tão sozinha.

Nas Discotecas ou Boîtes,
Não tinha satisfação,
Nem a Música ou a Arte,
Lhe enchia o coração.

Há muito, ia procurando
Caminho de salvação,
Algo a atormentando,
Sentindo a perdição.

Continuando a procurar
A verdade que não tinha,
Cansada estava a ficar,
Jesus, é a minha Felicidade, você também quer?Boas Novas não obtinha.

Sua vida era vazia,
Gostava de a preencher
Com algo que a encheria,
Mas não conseguia obter.

Faltava-lhe esperança,
Via tudo muito escuro,
Sem amor e confiança,
Sentia-se sem futuro.

Belo dia alguém, então
Falou-lhe do amor de Jesus,
Fez p’ra Cristo decisão,
Nele achou perdão e luz.

No Bom Jesus encontrou
Caminho, vida e verdade,
Paz e salvação achou,
Gozo e felicidade.

 

Autor: (Luís Correia)

 


E aconteceu que, acabando Jesus de dar instruções aos seus doze discípulos, partiu dali a ensinar e a pregar nas cidades deles.

E João, ouvindo no cárcere falar dos feitos de Cristo, enviou dois dos seus discípulos,

A dizer-lhe: És tu aquele que havia de vir, ou esperamos outro?

E Jesus, respondendo, disse-lhes: Ide, e anunciai a João as coisas que ouvis e vedes:

Os cegos vêem, e os coxos andam; os leprosos são limpos, e os surdos ouvem; os mortos são ressuscitados, e aos pobres é anunciado o evangelho.

E bem-aventurado é aquele que não se escandalizar em mim.

E, partindo eles, começou Jesus a dizer às turbas, a respeito de João: Que fostes ver no deserto? uma cana agitada pelo vento?

Sim, que fostes ver? um homem ricamente vestido? Os que trajam ricamente estão nas casas dos reis.

Mas, então que fostes ver? um profeta? Sim, vos digo eu, e muito mais do que profeta;

Porque é este de quem está escrito: eis que diante da tua face envio o meu anjo, que preparará diante de ti o teu caminho.

Em verdade vos digo que, entre os que de mulher têm nascido, não apareceu alguém maior do que João o Batista; mas aquele que é o menor no reino dos céus é maior do que ele.

E, desde os dias de João o Batista até agora, se faz violência ao reino dos céus, e pela força se apoderam dele.

Porque todos os profetas e a lei profetizaram até João.

E, se quereis dar crédito, é este o Elias que havia de vir.

Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.

Mas, a quem assemelharei esta geração? É semelhante aos meninos que se assentam nas praças, e clamam aos seus companheiros,

E dizem: Tocámos-vos flauta, e não dançastes; cantámos-vos lamentações, e não chorastes.

Porquanto veio João, não comendo nem bebendo, e dizem: Tem demónio.

Veio o Filho do homem, comendo e bebendo, e dizem: Eis aí um homem comilão e beberrão, amigo dos publicanos e pecadores. Mas a sabedoria é justificada por seus filhos.

Então começou ele a lançar em rosto às cidades onde se operou a maior parte dos seus prodígios o não se haverem arrependido, dizendo:

Ai de ti, Corazim! ai de ti, Betsaida! porque, se em Tiro e em Sidom fossem feitos os prodígios que em vós se fizeram, há muito que se teriam arrependido, com saco e com cinza.

Por isso eu vos digo que haverá menos rigor para Tiro e Sidom, no dia do juízo, do que para vós.

E tu, Cafarnaum, que te ergues até ao céu, serás abatida até ao inferno; porque, se em Sodoma tivessem sido feitos os prodígios que em ti se operaram, teria ela permanecido até hoje.

Eu vos digo, porém, que haverá menos rigor para os de Sodoma, no dia do juízo, do que para ti.

Naquele tempo, respondendo Jesus, disse: Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, que ocultaste estas coisas aos sábios e entendidos, e as revelaste aos pequeninos.

Sim, ó Pai, porque assim te aprouve.

Todas as coisas me foram entregues por meu Pai, e ninguém conhece o Filho, senão o Pai; e ninguém conhece o Pai, senão o Filho, e aquele a quem o Filho o quiser revelar.

Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.

Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas.

Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.

(Mateus 11:1-30)

 

Fonte dos Versículos Bíblicos do Blog: (Bíblia Online)

 

Linha Separadora

 

Autor do Post:Sobre mim

 

SobreSaiba mais, entre em ContatoContato, faça um ComentarComentário,
Ou CompartilharCompartilhe nas Redes Sociais!

 

Linha Separadora
Linha Separadora

ABR07

 

O Amor de Deus é Sem Limites

 

Linha Separadora

Para esta semana, trago-vos um Corinho que nos fala que o amor de Deus não tem nenhum limite, é maior que o nosso mundo composto por terra, mares e oceanos, é ainda maior que todo o vasto Universo criado por Ele mesmo e, isto porque Ele mesmo é o próprio Amor verdadeiro, chamado de Amor Ágape!

 

Sendo Ele o próprio criador de todas as coisas visíveis e invisíveis que existem, não tendo princípio nem fim, não estando sujeito ao fator tempo, omnipresente, omnipotente, entre tantos outros atributos que Lhe são atribuídos com toda a justiça e veracidade, mesmo assim Ele teve e tem compaixão de nós seres insignificantes e pecaminosos!

 

A Bíblia Sagrada nos diz que Ele amou o mundo, nós seres humanos, de tal maneira que enviou o Seu Filho amado, Jesus Cristo, para morrer pelos nossos pecados e pagar assim a nossa dívida de desobediência a Ele, isto porque a humanidade revelou-se incapaz de praticar e cumprir os Mandamentos que ele nos deixou no Antigo Testamento!

 

Jesus Cristo ao morrer por nós, cumpriu os Mandamentos por nós e, é por isso que só em Jesus há Salvação e só por Ele é possível alcançarmos a Deus Pai, como nos diz na Bíblia que Jesus é o Caminho e a Verdade e a Vida e ninguém vai ao Pai a não ser por Ele, seja para o que for, pedidos de Bênçãos, Agradecimentos, etc...!

 

Sendo nós tão minúsculos, pequeninos e fraquinhos, ainda assim podemos ter a confiança de que Deus é por nós e nada nos faltará, se estivermos sempre em comunhão com Ele, depois de Aceitarmos a Jesus Cristo como Senhor e Salvador dos nossos pecados e desobediência às Suas leis, os Mandamentos!

 

Após Jesus Cristo ter cumprido todos os Mandamentos do Pai chamados de os 10 Mandamentos, apenas nos deixou um novo Mandamento para nós obedecermos que é: Amai-vos uns aos outros como Eu, Jesus, vos amei a vós! Não é nada difícil de cumprirmos com este Mandamento, até porque Ele nos ajuda também nisso, Aleluia!

 

Portanto, se amarmos a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos, cumprimos toda a lei de Deus para a humanidade, como nos diz a Bíblia Sagrada! Isso só é possível se Jesus Cristo for o nosso Senhor, Guia e Bom Pastor, depois de O Aceitarmos como tal, aceitando assim o Amor de Deus por nós e o sacrifício de nosso amado Senhor Jesus!

 

Espero que gostem deste lindo Corinho e da mensagem que ele contém! Que Deus ricamente vos abençoe, Amém!

 


Mais Vasto que o Mundo, 'Inda mais Alto que o Céu!

 



Mais vasto que o mundo,
Jesus Cristo Se Entregou por nós, como prova do amor de Deus pelo Mundo!'Inda mais alto que os Céus;
Mais profundo que os mares,
É o amor do meu Deus!

Eu sou tão fraquinho,
Tenho porém no Senhor:
Santa alegria,
Prazer todo o dia
No Seu amor!

 

Autor: (Desconhecido)

 


Ora, antes da festa da Páscoa, sabendo Jesus que já era chegada a sua hora de passar deste mundo para o Pai, como havia amado os seus, que estavam no mundo, amou-os até o fim.

E, acabada a ceia, tendo já o diabo posto no coração de Judas Iscariotes, filho de Simão, que o traísse,

Jesus, sabendo que o Pai tinha depositado nas suas mãos todas as coisas, e que havia saído de Deus e ia para Deus,

Levantou-se da ceia, tirou as vestes, e, tomando uma toalha, cingiu-se.

Depois deitou água numa bacia, e começou a lavar os pés aos discípulos, e a enxugar-lhos com a toalha com que estava cingido.

Aproximou-se, pois, de Simão Pedro, que lhe disse: Senhor, tu lavas-me os pés a mim?

Respondeu Jesus, e disse-lhe: O que eu faço não o sabes tu agora, mas tu o saberás depois.

Disse-lhe Pedro: Nunca me lavarás os pés. Respondeu-lhe Jesus: Se eu te não lavar, não tens parte comigo.

Disse-lhe Simão Pedro: Senhor, não só os meus pés, mas também as mãos e a cabeça.

Disse-lhe Jesus: Aquele que está lavado não necessita de lavar senão os pés, pois no mais todo está limpo. Ora vós estais limpos, mas não todos.

Porque bem sabia ele quem o havia de trair; por isso disse: Nem todos estais limpos.

Depois que lhes lavou os pés, e tomou as suas vestes, e se assentou outra vez à mesa, disse-lhes: Entendeis o que vos tenho feito?

Vós me chamais Mestre e Senhor, e dizeis bem, porque eu o sou.

Ora, se eu, Senhor e Mestre, vos lavei os pés, vós deveis também lavar os pés uns aos outros.

Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também.

Na verdade, na verdade vos digo que não é o servo maior do que o seu senhor, nem o enviado maior do que aquele que o enviou.

Se sabeis estas coisas, bem-aventurados sois se as fizerdes.

Não falo de todos vós; eu bem sei os que tenho escolhido; mas para que se cumpra a Escritura: O que come o pão comigo, levantou contra mim o seu calcanhar.

Desde agora vo-lo digo, antes que aconteça, para que, quando acontecer, acrediteis que eu sou.

Na verdade, na verdade vos digo: Se alguém receber o que eu enviar, me recebe a mim, e quem me recebe a mim, recebe aquele que me enviou.

Tendo Jesus dito isto, turbou-se em espírito, e afirmou, dizendo: Na verdade, na verdade vos digo que um de vós me há de trair.

Então os discípulos olhavam uns para os outros, duvidando de quem ele falava.

Ora, um de seus discípulos, aquele a quem Jesus amava, estava reclinado no seio de Jesus.

Então Simão Pedro fez sinal a este, para que perguntasse quem era aquele de quem ele falava.

E, inclinando-se ele sobre o peito de Jesus, disse-lhe: Senhor, quem é?

Jesus respondeu: É aquele a quem eu der o bocado molhado. E, molhando o bocado, o deu a Judas Iscariotes, filho de Simão.

E, após o bocado, entrou nele Satanás. Disse, pois, Jesus: O que fazes, faze-lo depressa.

E nenhum dos que estavam assentados à mesa compreendeu a que propósito lhe dissera isto.

Porque, como Judas tinha a bolsa, pensavam alguns que Jesus lhe tinha dito: Compra o que nos é necessário para a festa; ou que desse alguma coisa aos pobres.

E, tendo Judas tomado o bocado, saiu logo. E era já noite.

Tendo ele, pois, saído, disse Jesus: Agora é glorificado o Filho do homem, e Deus é glorificado nele.

Se Deus é glorificado nele, também Deus o glorificará em si mesmo, e logo o há de glorificar.

Filhinhos, ainda por um pouco estou convosco. Vós me buscareis, mas, como tenho dito aos judeus: Para onde eu vou não podeis vós ir; eu vo-lo digo também agora.

Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis.

Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros.

Disse-lhe Simão Pedro: Senhor, para onde vais? Jesus lhe respondeu: Para onde eu vou não podes agora seguir-me, mas depois me seguirás.

Disse-lhe Pedro: Por que não posso seguir-te agora? Por ti darei a minha vida.

Respondeu-lhe Jesus: Tu darás a tua vida por mim? Na verdade, na verdade te digo que não cantará o galo enquanto não me tiveres negado três vezes.

(João 13:1-38)

 

E aconteceu que, quando Jesus concluiu todos estes discursos, disse aos seus discípulos:

Bem sabeis que daqui a dois dias é a Páscoa; e o Filho do homem será entregue para ser crucificado.

Depois os príncipes dos sacerdotes, e os escribas, e os anciãos do povo reuniram-se na sala do sumo sacerdote, o qual se chamava Caifás.

E consultaram-se mutuamente para prenderem Jesus com dolo e o matarem.

Mas diziam: Não durante a festa, para que não haja alvoroço entre o povo.

E, estando Jesus em Betânia, em casa de Simão, o leproso,

Aproximou-se dele uma mulher com um vaso de alabastro, com unguento de grande valor, e derramou-lho sobre a cabeça, quando ele estava assentado à mesa.

E os seus discípulos, vendo isto, indignaram-se, dizendo: Por que é este desperdício?

Pois este unguento podia vender-se por grande preço, e dar-se o dinheiro aos pobres.

Jesus, porém, conhecendo isto, disse-lhes: Por que afligis esta mulher? pois praticou uma boa ação para comigo.

Porquanto sempre tendes convosco os pobres, mas a mim não me haveis de ter sempre.

Ora, derramando ela este unguento sobre o meu corpo, fê-lo preparando-me para o meu sepultamento.

Em verdade vos digo que, onde quer que este evangelho for pregado em todo o mundo, também será referido o que ela fez, para memória sua.

Então um dos doze, chamado Judas Iscariotes, foi ter com os príncipes dos sacerdotes,

E disse: Que me quereis dar, e eu vo-lo entregarei? E eles lhe pesaram trinta moedas de prata,

E desde então buscava oportunidade para o entregar.

E, no primeiro dia da festa dos pães ázimos, chegaram os discípulos junto de Jesus, dizendo: Onde queres que façamos os preparativos para comeres a Páscoa?

E ele disse: Ide à cidade, a um certo homem, e dizei-lhe: O Mestre diz: O meu tempo está próximo; em tua casa celebrarei a Páscoa com os meus discípulos.

E os discípulos fizeram como Jesus lhes ordenara, e prepararam a Páscoa.

E, chegada a tarde, assentou-se à mesa com os doze.

E, comendo eles, disse: Em verdade vos digo que um de vós me há de trair.

E eles, entristecendo-se muito, começaram cada um a dizer-lhe: Porventura sou eu, Senhor?

E ele, respondendo, disse: O que põe comigo a mão no prato, esse me há de trair.

Em verdade o Filho do homem vai, como acerca dele está escrito, mas ai daquele homem por quem o Filho do homem é traído! Bom seria para esse homem se não houvera nascido.

E, respondendo Judas, o que o traía, disse: Porventura sou eu, Rabi? Ele disse: Tu o disseste.

E, quando comiam, Jesus tomou o pão, e abençoando-o, o partiu, e o deu aos discípulos, e disse: Tomai, comei, isto é o meu corpo.

E, tomando o cálice, e dando graças, deu-lho, dizendo: Bebei dele todos;

Porque isto é o meu sangue, o sangue do novo testamento, que é derramado por muitos, para remissão dos pecados.

E digo-vos que, desde agora, não beberei deste fruto da vide, até aquele dia em que o beba novo convosco no reino de meu Pai.

E, tendo cantado o hino, saíram para o Monte das Oliveiras.

Então Jesus lhes disse: Todos vós esta noite vos escandalizareis em mim; porque está escrito: Ferirei o pastor, e as ovelhas do rebanho se dispersarão.

Mas, depois de eu ressuscitar, irei adiante de vós para a Galileia.

Mas Pedro, respondendo, disse-lhe: Ainda que todos se escandalizem em ti, eu nunca me escandalizarei.

Disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que, nesta mesma noite, antes que o galo cante, três vezes me negarás.

Disse-lhe Pedro: Ainda que me seja mister morrer contigo, não te negarei. E todos os discípulos disseram o mesmo.

Então chegou Jesus com eles a um lugar chamado Getsêmani, e disse a seus discípulos: Assentai-vos aqui, enquanto vou além orar.

E, levando consigo Pedro e os dois filhos de Zebedeu, começou a entristecer-se e a angustiar-se muito.

Então lhes disse: A minha alma está cheia de tristeza até a morte; ficai aqui, e velai comigo.

E, indo um pouco mais para diante, prostrou-se sobre o seu rosto, orando e dizendo: Meu Pai, se é possível, passe de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres.

E, voltando para os seus discípulos, achou-os adormecidos; e disse a Pedro: Então nem uma hora pudeste velar comigo?

Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca.

E, indo segunda vez, orou, dizendo: Pai meu, se este cálice não pode passar de mim sem eu o beber, faça-se a tua vontade.

E, voltando, achou-os outra vez adormecidos; porque os seus olhos estavam pesados.

E, deixando-os de novo, foi orar pela terceira vez, dizendo as mesmas palavras.

Então chegou junto dos seus discípulos, e disse-lhes: Dormi agora, e repousai; eis que é chegada a hora, e o Filho do homem será entregue nas mãos dos pecadores.

Levantai-vos, partamos; eis que é chegado o que me trai.

E, estando ele ainda a falar, eis que chegou Judas, um dos doze, e com ele grande multidão com espadas e varapaus, enviada pelos príncipes dos sacerdotes e pelos anciãos do povo.

E o que o traía tinha-lhes dado um sinal, dizendo: O que eu beijar é esse; prendei-o.

E logo, aproximando-se de Jesus, disse: Eu te saúdo, Rabi; e beijou-o.

Jesus, porém, lhe disse: Amigo, a que vieste? Então, aproximando-se eles, lançaram mão de Jesus, e o prenderam.

E eis que um dos que estavam com Jesus, estendendo a mão, puxou da espada e, ferindo o servo do sumo sacerdote, cortou-lhe uma orelha.

Então Jesus disse-lhe: Embainha a tua espada; porque todos os que lançarem mão da espada, à espada morrerão.

Ou pensas tu que eu não poderia agora orar a meu Pai, e que ele não me daria mais de doze legiões de anjos?

Como, pois, se cumpririam as Escrituras, que dizem que assim convém que aconteça?

Então disse Jesus à multidão: Saístes, como para um salteador, com espadas e varapaus para me prender? Todos os dias me assentava junto de vós, ensinando no templo, e não me prendestes.

Mas tudo isto aconteceu para que se cumpram as escrituras dos profetas. Então, todos os discípulos, deixando-o, fugiram.

E os que prenderam a Jesus o conduziram à casa do sumo sacerdote Caifás, onde os escribas e os anciãos estavam reunidos.

E Pedro o seguiu de longe, até ao pátio do sumo sacerdote e, entrando, assentou-se entre os criados, para ver o fim.

Ora, os príncipes dos sacerdotes, e os anciãos, e todo o conselho, buscavam falso testemunho contra Jesus, para poderem dar-lhe a morte;

E não o achavam; apesar de se apresentarem muitas testemunhas falsas, não o achavam. Mas, por fim chegaram duas testemunhas falsas,

E disseram: Este disse: Eu posso derrubar o templo de Deus, e reedificá-lo em três dias.

E, levantando-se o sumo sacerdote, disse-lhe: Não respondes coisa alguma ao que estes depõem contra ti?

Jesus, porém, guardava silêncio. E, insistindo o sumo sacerdote, disse-lhe: Conjuro-te pelo Deus vivo que nos digas se tu és o Cristo, o Filho de Deus.

Disse-lhe Jesus: Tu o disseste; digo-vos, porém, que vereis em breve o Filho do homem assentado à direita do Poder, e vindo sobre as nuvens do céu.

Então o sumo sacerdote rasgou as suas vestes, dizendo: Blasfemou; para que precisamos ainda de testemunhas? Eis que bem ouvistes agora a sua blasfémia.

Que vos parece? E eles, respondendo, disseram: É réu de morte.

Então cuspiram-lhe no rosto e lhe davam punhadas, e outros o esbofeteavam,

Dizendo: Profetiza-nos, Cristo, quem é o que te bateu?

Ora, Pedro estava assentado fora, no pátio; e, aproximando-se dele uma criada, disse: Tu também estavas com Jesus, o galileu.

Mas ele negou diante de todos, dizendo: Não sei o que dizes.

E, saindo para o vestíbulo, outra criada o viu, e disse aos que ali estavam: Este também estava com Jesus, o Nazareno.

E ele negou outra vez com juramento: Não conheço tal homem.

E, daí a pouco, aproximando-se os que ali estavam, disseram a Pedro: Verdadeiramente também tu és deles, pois a tua fala te denuncia.

Então começou ele a praguejar e a jurar, dizendo: Não conheço esse homem. E imediatamente o galo cantou.

E lembrou-se Pedro das palavras de Jesus, que lhe dissera: Antes que o galo cante, três vezes me negarás. E, saindo dali, chorou amargamente.

(Mateus 26:1-75)

 

Fonte dos Versículos Bíblicos do Blog: (Bíblia Online)

 

Linha Separadora

 

Autor do Post:Sobre mim

 

SobreSaiba mais, entre em ContatoContato, faça um ComentarComentário,
Ou CompartilharCompartilhe nas Redes Sociais!

 

Linha Separadora

 

Linha Separadora

O meu mandamento é este: Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei. (João 15:12)

Linha Separadora